terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Adolescentes da Região dos Lagos sofrem racismo na internet

fonte: Serjão.NET

Na noite desta terça feira (24), familiares de jovens na Região dos Lagos, entre elas duas adolescentes, entraram em desespero com o ataque de racismo sofrido pelas meninas no Facebook.

O ataque foi desferido pelos autores do site comercial Os Primitivos. Uma espécie de site comercial de humor pejorativo em que os autores fazem piadas contra pessoas obesas, negros em fotos constrangedoras e chacotas políticas. Os acusados usaram a foto das adolescentes da Região dos Lagos enquanto estas participavam do Cabofolia e relacionaram-nas a expressões racistas. Na montagem, o site Os Primitivos insinuam que a presença das meninas na micareta representa uma espécie de inferno na terra.

A foto foi usada sem consentimento do fotógrafo Pedro Paixão que rapidamente denunciou o ocorrido junto ao site do Facebook e ao SaferNET. Por motivos de segurança das vítimas e para não propagar ainda mais este ato de racismo, não publicaremos a imagem. Quem quiser verificar se também foram vítimas de racismo e preconceito pode verificar o perfil deles no Facebook chamado "http://www.facebook.com/osprimitivos".

O fotógrafo Pedro Paixão, que também foi vítima dos racistas, é amigo da família das meninas já afirmou estar entrando com um processo contra o site:

"Os Primitivos'' no facebook, vcs editaram e divulgaram de forma ridicula uma foto de minha autoria, avisando que ja estou em contato com advogado para ver como vai ficar isso.." Afirmou na página de Os Primitivos no Facebook.

Além do fotógrafo, familiáres e amigos estão fazendo uma campanha de denúncia na internet para que o ataque de racismo contra as meninas seja retirado pelo Facebook.


Comprovado o crime de racismo e constrangimento a menor de idade, os autores podem ser indiciados por preconceito de raça ou de cor, segundo a LEI Nº 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989, podendo pegar de um a três anos e pagamento de multa, além de responder por constrangimento de menores na internet.

Como militante pela igualdade racial na Região dos Lagos denunciarei qualquer ato de racismo e principalmente envolvendo menores. Se você se deparar com esse tipo de "humor" na internet, não seja impune. Denuncie o crime na própria rede social ou use o site da SaferNET que investiga crimes na internet. Como diz minha amiga Jurema Batista: "Respeito é bom e negro também gosta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Postagens populares